The Legend of Zelda - NES


O primeiro The Legend of Zelda foi lançado originalmente para o Famicom Disc System (um acessório que permite ao Famicon ler disquetes) em 1986 e só por volta do ano seguinte foi lançado nos EUA para o NES utilizando o cartucho como mídia de armazenamento. Quando esse jogo chegou aos EUA no verão de 1987, ele mudou a forma de como as pessoas olhavam para os vídeo-games. Foi algo muito muito inovador para a época, pois esse foi o primeiro RPG a sair oficialmente do Japão e muitos não conheciam esse tipo de gênero, e jogos de tiro e aventura com visão na lateral, eram bem mais comuns nesse tempo.

Nos EUA, as primeiras unidades foram lançadas em cartuchos dourados o que acabou chamando muito a atenção dos gamers nessa época, já que a maioria dos cartuchos eram na cor cinza padrão. Alguns anos depois, lá por 1990 foi relançado em cartuchos na cor cinza. Hoje é muito mais fácil você encontrar as fitas douradas do que as cinzas, pois as pessoas davam muito mais valor às douradas, enquanto as cinzas ficaram esquecidas por muitos. Esse foi também o primeiro jogo na história do vídeo-game a possuir uma bateria interna dentro do cartucho para salvar o progresso. Isso foi também outra coisa muito inovadora para aquela época, pois dispensava o uso de passwords ou que você tivesse simplismente de começar tudo do zero sempre que fosse jogar.

Junto com a fita vinha um guia de ajuda em forma de poster que incluía um mapa parcial do mundo principal, descrição dos inimigos, algumas dicas e o mapa das seis primeiras dugeons (levels). Algo interessante também, é que nessa época a Nintendo havia proibido as revistas de publicarem detonados e dicas por um tempo, tornando esse um jogo difícil de se finalizar na raça... quer dizer, sem ajuda nenhuma!

Em 2003, esse jogo foi relançado junto com o The Legend of Zelda: Collector's Edition que é uma coletânea de jogos da série Zelda que foi distribuído como disco bônus para os compradores da pré-venda do The Legend of Zelda: The Wind Waker para o Game Cube. E em 2004 a Nintendo relançou o jogo para o Game Boy Advance, com várias correções de tradução no jogo e no manual.

Um comentário: